MP confirma aborto de menina de 11 anos que foi supostamente estuprada em SC

MP confirma aborto de menina de 11 anos que foi supostamente estuprada em SC

O Ministério Público Federal informou que a menina de 11 anos, que estava grávida após ter sido supostamente estuprada, realizou o procedimento de interrupção da gestação. A informação foi revelada pela TV Globo.

O aborto aconteceu na quarta-feira (22), mesmo dia em que o MPF havia recomendado que o Hospital Universitário realizasse o procedimento, independentemente da idade gestacional. Em caso de estupro, a interrupção da gravidez é garantida pela lei.

A menina havia procurado o hospital quando estava com 22 semanas de gestação, mas a unidade de saúde se recusou a realizar o aborto sem uma autorização judicial, sob a justificativa de que o procedimento só poderia ser realizado até 20 semanas de gravidez.

O caso foi revelado após matéria do The Intercept Brasil. A juíza Joana Zimmer impediu que o aborto fosse realizado, mesmo que a interrupção de gravidez em caso de aborto seja permitido no Brasil.

Foi descoberto depois que a menina teve relação consentida com filho da enteada da sua mãe de 13 anos. A família sabia que eles namoravam.




Leia também:

Terra Brasil Notícias