Justiça determina prisão temporária de 2º suspeito de assassinato de Dom e Bruno

Justiça determina prisão temporária de 2º suspeito de assassinato de Dom e Bruno

Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos, é irmão do primeiro detido pela Polícia Federal no caso, Amarildo da Costa de Oliveira, o Pelado

Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como Dos Santos (foto), um dos dois suspeitos que confessaram o assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, teve sua prisão temporária decretada oficialmente pela Justiça do Amazonas nesta quarta-feira (15).

Dos Santos já havia sido preso pela PF na terça-feira (14) no Vale do Javari, onde Pereira e Phillips foram vistos pela última vez no início do mês, mas a Justiça só pôde determinar a prisão temporária após audiência de custódia nesta quarta (15).

Ele é irmão do primeiro suspeito detido no caso, o pescador Amarildo da Costa de Oliveira, o Pelado, que tinha um histórico de confrontos com Pereira em torno da pesca ilegal na região.

Ambos, Dos Santos e Pelado, confessaram parte no assassinato do indigenista e do jornalista, que, segundo os suspeitos, teriam sido esquartejados e tido seus corpos queimados e jogados em uma vala.




Leia também:

Terra Brasil Notícias