Bolsonaro amplia vantagem e lidera ranking de popularidade digital; Lula despenca mesmo com a CUT comprando disparos no Whatsapp

Bolsonaro amplia vantagem e lidera ranking de popularidade digital; Lula despenca mesmo com a CUT comprando disparos no Whatsapp

Mesmo com a CUT contratando empresa para disparar mensagens pró-Lula, o ex-presidiário cai no ranking de popularidade digital. Bolsonaro lidera com folga.

Análise leva em conta participação nas redes sociais em seis plataformas diferentes: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube, Wikipedia e Google

O presidente Jair Bolsonaro (PL) teve o melhor desempenho nas redes sociais entre os pré-candidatos ao Planalto no último mês, segundo o Índice de Popularidade Digital (IPD) calculado pela empresa Quaest e divulgado pela Folha de S. paulo.

O ex-presidente Lula (PT) aparece em segundo lugar. Em alguns momentos, do período analisado, o petista chegou a ultrapassar Bolsonaro. Porém, o desempenho dele teve queda após ele testar positivo para a covid-19 e cancelar agendas.

O período analisada foi entre 18 de maio e 12 de junho. O cálculo é feito com base na presença digital (perfis ativos), fama (número de seguidores), engajamento (comentários e curtidas por postagem), mobilização (compartilhamentos), valência (proporção de reações positivas e negativas) e interesse (volume de buscas). A avaliação vai de 0 a 100 pontos.

Bolsonaro aparece 33 pontos e Lula com 29,4 pontos. O terceiro lugar é ocupado por Ciro Gomes (PDT), com 23,2 pontos. Na chamada terceira via, ele foi o que mais cresceu em junho. Na sequência, aparecem André Janones, com 16,5 pontos, Luciano Bivar, com 10,9 pontos e Pablo Marçal, com 9,1 pontos, e Simone Tebet, com 7,2 pontos.




Leia também:

Terra Brasil Notícias