Sapato apertou: Jornalistas do grupo Globo fazem protesto por reajuste salarial 

Sapato apertou: Jornalistas do grupo Globo fazem protesto por reajuste salarial 

Nesta quarta-feira (25), jornalistas de O Globo, Valor Econômico e outras empresas de comunicação fizeram um protesto em Brasília e Rio de Janeiro por reajuste salarial. De acordo com o Sindicato de Jornalistas do Distrito Federal, o objetivo é um reajuste salarial de 5%, parcelado e sem retroatividade.  Os profissionais citam a inflação elevada no Brasil para justificar o protesto e “lutam contra a tentativa de empresas de impor perdas de 7%”, diz o sindicato.

A #JornalistasVãoParar ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta quarta.

“Jornalistas do Rio e Brasília fazem paralisação por reajuste. A decisão foi tomada pelos trabalhadores em assembleia realizada pelo SJPMRJ no dia 16, diante da intransigência das empresas na negociação da campanha salarial”, afirma Sindicato dos Jornalistas do Rio no Twitter.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) ironizou a paralisação de jornalistas.

Em uma publicação, o mandatário disse que “apoia” o movimento e lembrou uma fala do ano passado, na qual criticou o fechamento de comércios e outras empresas para conter a disseminação do coronavírus. Na época, alguns empregadores aderiram a um programa do governo que permitia o corte salário e carga horária dos profissionais. Em contrapartida, a União oferecia aos trabalhadores uma compensação financeira.

Veja a campanha #JornalistasVãoParar no Twitter:




Leia também:

Terra Brasil Notícias