Paraquedista publica vídeo antes do acidente que matou dois atletas; VEJA

Paraquedista publica vídeo antes do acidente que matou dois atletas; VEJA

Após fazer pouso forçado com 16 atletas a bordo, a aeronave ficou destruída. Júlia Losada, moradora do DF, foi uma das sobreviventes. Duas pessoas morreram

 (crédito: Reprodução/Redes sociais)

“Morri e nasci de novo”, disse Júlia Losada, 24 anos, uma das atletas de paraquedismo que estava em um avião que precisou realizar pouso forçado, em Boituva (SP). O acidente — causado por uma possível pane elétrica — aconteceu na última quarta-feira (11/5), e duas pessoas morreram.

A aeronave de modelo Cessna Aircraft 208 decolou com 16 atletas do Centro Nacional de Paraquedismo (CNP) no período da tarde. O avião ficou destruído após pousar na zona rural e o resgate das vítimas mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros, da prefeitura e da Polícia Militar.

Moradora do Distrito Federal, Júlia foi uma das vítimas que sobreviveu. Abalada, a atleta fez uma postagem nas redes sociais nesta quarta-feira (18/5), contando sobre o momento de terror vivido, e como é ser paraquedista. “Esses foram os nossos saltos antes do acidente… E essa é a vida do paraquedismo: é amor, dedicação, sintonia, presença, responsabilidade, diversão. É um esporte que você precisa estar 100% nele”, disse a jovem, na publicação.

Correiobrasiliense




Leia também:

Terra Brasil Notícias