Musk quer usar braço da SpaceX para conectar escolas rurais e monitorar Amazônia

Musk quer usar braço da SpaceX para conectar escolas rurais e monitorar Amazônia

Pouco após chegar no Brasil nesta sexta-feira (20), Elon Musk anunciou, pelo Twitter, que pretende prover conexão de internet a 19 mil escolas rurais brasileiras e um monitoramento ambiental da Amazônia através de sua empresa Starlink.

Apesar de ainda não estar no Brasil, em janeiro, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu aval para a Starlink operar no país.

Em março, a empresa de satélites divulgou que os usuários brasileiros interessados no serviço da empresa precisarão pagar R$ 530mensalmente, além do custo inicial de transporte e de pagamento dos equipamentos.

O frete e manuseio do chamado “Kit Starlink” fica em torno de R$ 365, enquanto o kit custa R$ 2.670. No total, o valor é um pouco maior que R$ 3.000. O kit vem com uma antena, um roteador Wi-Fi, uma fonte de energia, cabos e uma base. É preciso pagar, ainda, os impostos sobre o produto.

Em seu site, a Starlink afirma que espera iniciar os serviços entre o início e meados de 2022. Por enquanto, já é possível reservar o equipamento para entrega. O atendimento dos pedidos é por ordem de chegada.




Leia também:

Terra Brasil Notícias