Morre Jacó Bittar, um dos fundadores do PT e da CUT

Morre Jacó Bittar, um dos fundadores do PT e da CUT

Petista histórico foi o primeiro do partido eleito prefeito de Campinas, para mandato entre 1989 e 1992

Morreu na madrugada desta quinta-feira, 26, em Campinas o político Jacó Bittar, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), em 1980. O veterano petista tinha 81 anos e sofria de Mal de Parkinson.

Bittar também foi o primeiro petista eleito prefeito de Campinas, para o mandato entre 1989 e 1992. Antes, teve intensa atividade sindical, primeiro como um dos fundadores do Sindicato dos Petroleiros de Paulínia, na década de 70 do século passado. Depois, em 1983, participou da fundação da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Atual presidente do PT, Gleisi Hoffmann comentou nas redes sociais a morte de Jacó Bittar, dizendo que o partido ‘está de luto’.

O PT também emitiu nota oficial para homenagear o seu fundador, chamando Bittar de “amigo leal e companheiro de Lula”.

Confira a nota do Partido dos Trabalhadores:

Jacó Bittar liderou com Lula e Olivio Dutra uma geração de jovens dirigentes sindicais que resistiram à ditadura militar e escreveram páginas decisivas na história da democracia brasileira.

Foi fundador e presidente do Sindicato dos Petroleiros de Campinas e Paulinia. Sua liderança na greve dos petroleiros em 1983, sua participação na fundação do PT e da CUT e sua atuação nacional e internacional inscreveram Jacó no livro da história do movimento sindical brasileiro e do Partido dos Trabalhadores.

Amigo leal e companheiro de Lula, que o visitou em recente viagem a Campinas, cidade que administrou como prefeito entre 1988 e 1992, Jacó Bittar deixa no PT saudades, reconhecimento por sua militância e liderança e uma grande solidariedade a seus familiares e amigos.

Jacó Bittar, presente!




Leia também:

Terra Brasil Notícias