Moraes dá 10 dias para PF entregar relatório sobre suposto vazamento de dados por Bolsonaro

Moraes dá 10 dias para PF entregar relatório sobre suposto vazamento de dados por Bolsonaro

Ministro atendeu a um pedido da própria PF, que pediu a extensão do prazo

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu, nesta quarta-feira (18), mais dez dias para que a Polícia Federal elabore um relatório sobre as mensagens incluídas no inquérito que apura a divulgação de dados supostamente sigilosos pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Moraes atendeu a um pedido da própria PF, que pediu a extensão do prazo. No início do mês, o ministro concedeu 15 dias para a Polícia Federal realizar o procedimento.

“Defiro o requerimento da Polícia Federal de dilação de prazo, por 10 (dez) dias, para integral cumprimento do despacho proferido em 2/5/2022”, afirmou o ministro.

No início do mês, o material obtido a partir da quebra de sigilo foi fundamental para a análise da Procuradoria Geral da República sobre o caso..

“A Polícia Federal, ao concluir a investigação, encaminhou as mídias que contêm o material obtido da quebra de sigilo telemático, não elaborando, entretanto, relatório específico da referida diligência, essencial para a completa análise dos elementos de prova pela Procuradoria-Geral da República”, disse, em sua decisão do início de maio.




Leia também:

Terra Brasil Notícias