‘Menos 22 votos da esquerda’, disse Queiroz sobre mortos na Vila Cruzeiro

‘Menos 22 votos da esquerda’, disse Queiroz sobre mortos na Vila Cruzeiro

Nesta quarta-feira (25), ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), Fabrício Queiroz, disse que os mortos pela operação policial realizada na Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, são ‘menos votos para esquerda’.

Ao menos 25 pessoas suspeitas de ligação com facções criminosas do tráfico de drogas foram mortas na operação, segundo a Polícia Militar do Rio. Uma moradora da comunidade também foi morta.

A operação conjunta do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM), da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), começou nesta terça-feira (24).

A PM diz que foi recebida a tiros quando iniciava uma operação emergencial, com o objetivo de prender chefes de uma facção criminosa que estariam escondidos na comunidade. Segundo a polícia, chefes de outras favelas, como Jacarezinho, Mangueira, Providência, Salgueiro e até de Estados do Norte e do Nordeste estariam abrigados na Vila Cruzeiro.

Segundo Instituto Fogo Cruzado, trata-se da maior chacina do ano no estado. Ao todo, 11 escolas foram fechadas no entorno em decorrência dos tiroteios.




Leia também:

Terra Brasil Notícias