Ex-repórter da Globo diz que viu jogador brasileiro cheirando cocaína

Ex-repórter da Globo diz que viu jogador brasileiro cheirando cocaína

Tino Marcos foi repórter da Rede Globo por 35 anos, trabalhou em oito Copas do Mundo e em seis Olimpíadas. Com tanta experiência, histórias não faltam para o jornalista contar. Na madrugada desta terça-feira, 17, o experiente profissional da imprensa revelou uma cena chocante. Em entrevista ao “The Noite com Danilo Gentili”, do SBT, ele contou que flagrou um jogador brasileiro cheirando cocaína em um bar. “Eu vi um jogador cheirando cocaína. Jogador do Brasil. Eu estava em um bar, em que os jogadores também estavam — eles estavam de folga naquela noite. Em um momento que eu fui no banheiro, a cabine não estava bem fechada. Quando entrei, o cara me olhou e ficou com os olhos grandes. Recuei”, disse.

“Fiquei bastante [chocado]. Nunca imaginava isso em uma grande competição no Brasil. Ele me agradeceu depois. Eu não revelei isso para ninguém na época, foi uma coisa muito contida. Ele percebeu e falou: ‘Você foi um cara muito dez, obrigado’. Ele teve muitos problemas na carreira depois”, continuou Tino Marcos, após ser perguntado sobre quais foram os momentos mais embaraçosos cobrindo futebol. O jornalista, além disso, afirmou que Vanderlei Luxemburgo foi o técnico mais difícil de lidar durante sua longa passagem pela TV Globo. “Nunca tive nada contra ele, mas ele achava que eu tinha. Ele dizia que, com ele, eu só usava caneta vermelha, para escrever críticas”, lembrou.




Leia também:

Terra Brasil Notícias