Embaixadora indicada por Biden é hostil com Bolsonaro

Embaixadora indicada por Biden é hostil com Bolsonaro

A indicada pelo presidente norte-americano Joe Biden à Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Elizabeth Bagley, afirmou nesta quarta-feira 18 que, apesar das dificuldades previstas para as eleições de outubro, as instituições estão preparadas para resistir às pressões antidemocráticas. 

“[O presidente Jair] Bolsonaro tem dito muitas coisas, mas o Brasil tem sido uma democracia, tem instituições democráticas, Judiciário e Legislativo independentes, liberdade de expressão. Eles têm todas as instituições democráticas para realizar eleições livres e justas“, disse Bagley ao ser questionada sobre o tema durante uma sabatina realizada pelo Senado norte-americano. 

“Ao longo de 30 anos, monitorei muitas eleições. E eu sei que não será um momento fácil, muito em razão dos comentários [de Bolsonaro]”, disse a indicada. 

“Mas, apesar desses comentários, há uma base institucional. O que continuaremos a fazer é mostrar nossa confiança e nossa expectativa de que eles terão eleições livres e justas.”

A diplomata ainda discursou sobre diversos outros temas e apontou como a sua principal bandeira o combate ao desmatamento e aos crimes ambientais no Brasil. 

A sabatina no Senado demorou mais de quatro meses para ser agendada e a Casa ainda não determinou uma previsão para o veredito sobre a indicação. 




Leia também:

Terra Brasil Notícias