Ucrânia: Papa Francisco pede trégua durante Páscoa para alcançar paz negociada

Ucrânia: Papa Francisco pede trégua durante Páscoa para alcançar paz negociada

O pontífice destacou a necessidade de os líderes “fazerem alguns sacrifícios pelo bem do povo”

O papa Francisco abriu a Semana Santa com um apelo por uma trégua na Ucrânia durante a Páscoa, para abrir espaço para uma paz negociada. O pontífice destacou a necessidade de os líderes “fazerem alguns sacrifícios pelo bem do povo”.

Esta foi a primeira celebração da missa do Domingo de Ramos diante de multidões na Praça de São Pedro desde o início da pandemia. Francisco pediu que “deixem as armas para iniciar uma trégua de Páscoa, não para recarregar armas e retomar a luta, não! Uma trégua para alcançar a paz por meio de negociações reais”.

O papa não se referiu diretamente à invasão da Ucrânia pela Rússia, mas a referência foi clara. Ele denunciou, por repetidas vezes, a guerra e o sofrimento causados a civis inocentes. “Na verdade, que vitória seria essa, de quem fincar uma bandeira sob uma pilha de escombros?”, questionou.

Durante sua homilia no Domingo de Ramos, o pontífice também denunciou “a loucura da guerra” que leva as pessoas a cometerem “atos insensatos de crueldade”. “Quando recorremos à violência.. perdemos de vista por que estamos no mundo e acabamos cometendo atos insensatos de crueldade. Vemos isso na loucura da guerra, onde Cristo é crucificado mais uma vez”. (Estadão Conteúdo)




Leia também:

Terra Brasil Notícias