Militante do PCB que estimulou ódio ao STF é pré-candidato em Pernambuco; VEJA VÍDEO

Militante do PCB que estimulou ódio ao STF é pré-candidato em Pernambuco; VEJA VÍDEO

O militante comunista Jones Manoel, que em 2021 defendeu o “ódio de classe” a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje é pré-candidato ao governo de Pernambuco pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Na época, em vídeo postado em seu canal do YouTube, que hoje não está mais disponível, ele não só pregou violência contra ministros da Corte, como contra representantes do Congresso Nacional.

“Uma das tarefas fundamentais da gente é estimular o ódio de classe. Tem que acordar todo dia querendo esfolar o patrão”, disse durante uma palestra no Sindicato da Construção Civil de Fortaleza em 18 de setembro.

“Tem que acordar todo dia querendo pegar pelos cabelos cada um daqueles ministros do STF, se puxar pelo fundo sai a peruca, o presidente da Câmara dos Deputados, presidente do Congresso, tem que odiar, tem que xingar. Tem que ver uma foto e ter raiva, ter vontade de cuspir, tem que odiar a burguesia brasileira, e seus representantes”, declarou.

Carla Zambelli

Na sexta-feira 22, a deputada Carla Zambelli (PL-SP) repostou o vídeo e fez um questionamento: “Flagrante perpétuo só vale pra a esquerda?”. Ela ainda afirmou que o partido comunista estava “ensinando como lidar com as instituições”.

Ela fez referência a condenação do deputado Daniel Silveira (PTB-SP) pelo Supremo com base em um vídeo divulgado nas redes sociais em que ele faz ataques a ministros do STF.

Pré-candidato

Jones Manoel foi oficializado como pré-candidato ao governo pernambucano no fim de março. Na ocasião, segundo registrou o portal G1, disse que “o processo do desenvolvimento de uma consciência de classe fez perceber que era fundamental se organizar politicamente, construir um instrumento revolucionário para a conquista de poder político”.

“O espaço eleitoral é mais uma tarefa, novidade deste ano. É mais um espaço de luta que a gente vai tentar contribuir para avançar na luta, na defesa da revolução brasileira, que é o que todo o nosso povo trabalhador precisa”, disse o guru político de Caetano Veloso.

Créditos: Revista Oeste.




Leia também:

Terra Brasil Notícias