Militância se queixa de “muitos homens brancos” em foto de Lula e Alckmin 

Militância se queixa de “muitos homens brancos” em foto de Lula e Alckmin 

Imagem criticada é do evento que formalizou a indicação do ex-tucano para vice na chapa do petista

Foto do encontro do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) e do ex-presidiário  Luiz Inácio Lula da Silva(PT) chamou a atenção pelo fato dos 2 estarem acompanhados de 15 homens, duas mulheres e nenhum negro. A imagem foi tirada na sexta-feira (8) em evento que formalizou a indicação de Alckmin para ser o vice na chapa do petista na eleição para a Presidência. Na ocasião, Lula comentou a pouca presença feminina no local e falou da vontade de aumentar a participação das mulheres na política.

As mulheres na foto são Gleisi Hoffmann, presidente do PT, e Rosângela da Silva, mais conhecida como Janja, noiva de Lula. A imagem foi tirada pelo fotógrafo do PT Ricardo Stuckert e publicada nas redes sociais Gleisi. Também participaram do encontro, realizado em São Paulo, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, congressistas, governadores e prefeitos de ambas as siglas.

Durante o evento, Lula comentou o assunto. Disse querer fazer uma sugestão para Siqueira e Gleisi: “na próxima reunião, para cada homem na mesa, [que] tenha uma mulher”. O petista falou em aumentar a participação feminina na política.

No México, a Câmara dos Deputados tem 52% de mulheres. O Senado tem 46% de mulheres e nas prefeituras eles já têm 35% de mulheres. Eu não quero chegar a tanto tão rápido, mas pelo menos repartir um pouco mais as cadeiras e colocar mais mulheres”, disse Lula.




Leia também:

Terra Brasil Notícias