Juiz susta ação contra 16 réus por desvios em fundos de pensão e beneficia João Vaccari Neto do PT

Juiz susta ação contra 16 réus por desvios em fundos de pensão e beneficia João Vaccari Neto do PT

Entre os acusados beneficiados pela decisão estão o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o lobista Milton Lyra, apontado como “operador do MDB”

O juiz federal Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Criminal do Distrito Federal, suspendeu nesta segunda-feira, 25, a ação penal movida pela Lava Jato do Rio contra 16 réus denunciados por desvio de dinheiro dos fundos de pensão dos Correios e do Serpro, estatal federal de processamento de dados.

Entre os acusados beneficiados pela decisão estão o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto (foto) e o lobista Milton Lyra, apontado como “operador do MDB”.

O esquema, segundo a denúncia feita em 2018 na Operação Rizoma, era comandado pelo empresário Arthur Pinheiro Machado e teria desviado recursos dos fundos Postalis e Serpros para empresas do grupo controlado por ele por meio de pagamento de propinas.




Leia também:

Terra Brasil Notícias