Mulher ameaçada pelo marido com arma se tranca no banheiro e é salva por PMs

Mulher ameaçada pelo marido com arma se tranca no banheiro e é salva por PMs

Uma jovem, 28 anos, foi resgatada pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) após ser ameaçada pelo marido, 34, com uma espingarda. Para não ser agredida, a mulher se trancou no banheiro e o homem foi preso em flagrante. O caso aconteceu na madrugada desta terça-feira (1º/3), no Gama.

Policiais militares do Batalhão Rural receberam um chamado para atender uma ocorrência de violência doméstica no Núcleo Rural Casa Grande, por volta de 1h10. No endereço, a equipe encontrou a vítima trancada no banheiro. Segundo informações da corporação, o autor portava uma espingarda bate bucha.

Para agredir a mulher, o autor ainda tentou arrebentar a porta do banheiro, mas os PMs chegaram a tempo e evitaram o pior. Preso, o rapaz foi encaminhado à 20º Delegacia do Gama (Gama) e autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, ameaça, injúria, vias de fato e lei Maria da Penha.

Feminicídio

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga como feminicídio a morte de uma mulher de aproximadamente 40 anos. Sem documentação, a vítima foi encontrada às margens da DF-001, perto do Itapoã, sentido Torre Digital. Ela vestia uma blusa e saia coloridas. Às 6h19 da manhã desta terça-feira (1°/2), o Corpo de Bombeiros do DF (CBM-DF) recebeu um pedido de socorro para colisão de veículo. Perto do local dos fatos, um grupo de ciclistas abordou os militares e informou sobre uma mulher deitada às margens da rodovia.

Quando a corporação chegou ao local, encontrou a vítima sem vida e, a poucos metros dela, um Gol sem ocupantes e sem qualquer marca de batida. A mulher, segundo os bombeiros, tinha marcas de estrangulamento e foi encontrada com um fio de carregador enrolado no pescoço, além de ferimentos na região do abdômen e da face.

Seguindo o protocolo de mortes violentas de mulheres, a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), responsável pelo caso, investiga o crime como feminicídio. O trabalho de perícia foi concluído às 11h40, quando o Instituto de Medicina Legal (IML) chegou para recolher o corpo.

Créditos: Correio Braziliense.



Leia também:

Terra Brasil Notícias