Guerra fria na Globo ameaça permanência de Ana Maria Braga

Guerra fria na Globo ameaça permanência de Ana Maria Braga

A Globo vive uma espécie de “guerra fria” nos bastidores. A área comercial quer que o Mais Você, de Ana Maria Braga, mude de horário e volte para a faixa da tarde após 22 anos, o artístico, no entanto, reluta bastante. O objetivo do departamento de negócio da emissora é aumentar o faturamento no horário vespertino com uma atração ao vivo.

Desde o fim do Se Joga (2019-2021), o comercial da Globo tenta emplacar uma nova atração no horário após o Jornal Hoje para ter o que oferecer ao mercado publicitário. Mesmo com derrotas sucessivas para o quadro A Hora da Venenosa, da Record, o show de Fernanda Gentil dava bom retorno financeiro e fechava no azul. Com a reprise de O Cravo e a Rosa (2000), a Globo dá audiência, mas não consegue vendas interessantes.

Segundo apurou o Notícias da TV, o comercial da Globo entende que Ana Maria Braga já é um nome consolidado na programação da emissora e que não correria mais o risco que correu entre 1999 e 2000, quando ocupou a faixa das 13h45. Na época, o Mais Você perdia o primeiro lugar frequentemente para o SBT e o seriado mexicano Chaves, que saiu da TV em 2020.

No entanto, a área artística da vê a mudança como um movimento arriscado, já que Ana Maria Braga se consolidou como uma comunicadora do horário matinal. Seu público, predominante donas de casa da classe C, costuma começar o dia com ela. Seria mexer em uma tradição por algo incerto.

O projeto para a mudança de Ana Maria Braga, caso ela seja aprovada, seria colocado em prática no segundo semestre. A Globo fará mudanças na grade por causa da saída de Fátima Bernardes do Encontro. Patrícia Poeta é a favorita para ficar em seu lugar. Haverá uma passagem de bastão formal, independentemente de quem seja escolhida.

O novo Encontro ocuparia parte do horário do Mais Você caso o feminino passe para o início da tarde. A Globo não tem pressa para definir os detalhes e estuda a possibilidade com cautela e pesquisas de público.




Leia também:

Terra Brasil Notícias