Caso Lara: Polícia pede prisão de principal suspeito de matar menina

Caso Lara: Polícia pede prisão de principal suspeito de matar menina

Homem foi identificado por meio de carro prata, visto na região no dia do assassinato. Ele se negou a colaborar com a polícia

A Polícia Civil de São Paulo pediu a prisão temporária do principal suspeito de matar a menina Lara Maria de Oliveira Nascimento, de 12 anos, informou o delegado Rafael Diório nesta sexta-feira (25). O investigado foi identificado a partir de um cruzamento de base de dados e da placa do carro cinza que foi visto na região no dia do crime. 

“A pessoa demonstrou o viés de se apresentar [à polícia]. Depois mostrou um comportamento mais fechado. […] Não quis mais contato”, relatou o delegado à Record TV. A polícia então realizou o pedido de prisão temporária por conta da falta de colaboração depois da primeira conversa informal na delegacia e das circunstâncias suspeitas relacionadas ao homem.

A investigação, no entanto, ainda aguarda o resultado do mandado de prisão para declarar o homem como foragido. O delegado afirmou que já existe uma linha de investigação contra o suspeito, morador de um município próximo a Campo Limpo Paulista, local da morte de Lara. Diório não forneceu outros detalhes para não atrapalhar o trabalho policial. 

A menina de 12 anos foi encontrada em uma área de mata na divisa entre Campo Limpo Paulista e Francisco Morato. O corpo de Lara tinha sinais de violência, e em cima dela haviam sido jogados cimento e cal. Ela tinha saído de casa para comprar refrigerante em um mercadinho e desapareceu. O caso mobilizou a comunidade local, que teme novos ataques a crianças da região.




Leia também:

Terra Brasil Notícias