Zuckerberg malvado: Mulher afirma ter sido vítima de estupro coletivo em realidade virtual

Zuckerberg malvado: Mulher afirma ter sido vítima de estupro coletivo em realidade virtual

Nina Jane Patel, de 43 anos, moradora de Londres, afirmou em entrevista ao portal Medium que teria sido vítima de estupro coletivo na realidade virtual Horizon Worlds, que pertence à Meta. Ela disse que foi assediada verbalmente e sexualmente por 4 avatares masculinos assim que entrou na plataforma. O caso ocorreu em 26 de novembro de 2021. As informações são do iG.

“Praticamente estupraram meu avatar e eu tirei fotos. Enquanto eu tentava fugir, eles gritaram: ‘Não finja que você não amou’.”

“Assédio sexual não é brincadeira na internet comum, mas estar em RV (realidade virtual) adiciona outra camada que torna o evento mais intenso. Eu fui tocada e havia outras pessoas lá que apoiavam esse comportamento, o que me fez sentir isolada na sala”, completou.

Para ela, isso serviu como um alerta de que no Metaverso podem ocorrer os mesmos crimes que acontecem no mundo real.

“A mudança é inevitável para o Metaverso. Agora, causa mais preocupações se não for devidamente regulamentada e controlada.”

Ao ser questionada, a empresa Meta confirmou o ataque contra o avatar de Nina.

IstoÉ




Leia também:

Terra Brasil Notícias