Presidente da Ucrânia convoca cidadãos para luta armada e pede doações de sangue: “Podem usar suas armas para defender nossa soberania”

Presidente da Ucrânia convoca cidadãos para luta armada e pede doações de sangue: “Podem usar suas armas para defender nossa soberania”

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, fez um pronunciamento à nação na manhã desta quinta-feira (24), após a Rússia lançar um ataque contra o país durante a madrugada.

O líder ucraniano convocou todos os cidadãos que estão prontos para ajudar a defender o país para que se apresentem ao exército. Ele também prometeu prover armas a todos que quiserem e pediu doações de sangue aos militares feridos.

“Os militares estão engajados em uma luta pesada combatendo ataques em Donbas, no Norte, no Leste e no Sul. O inimigo teve várias baixas e elas serão maiores”, disse o presidente.

“Nós temos armas defensivas para defender nossa soberania”, completou Zelensky, dizendo que “cada cidadão deverá decidir o futuro de nosso povo”.

Ele apelou a “todos os que puderem” se juntar às forças armadas o façam e convocou todos os veteranos a se apresentarem.  “Esteja pronto para defender seu Estado em praças ou cidades”, disse.

Sem informar números, o presidente ucraniano reportou que há militares feridos, e que há necessidade de doação de sangue.

“Não temos oponentes políticos agora. Somos todos cidadãos de um pais maravilhoso e defendemos nossa liberdade”, declarou Zelensky.

O presidente ucraniano disse que o ataque lançado pela Rússia é algo que “nem a Alemanha fez durante a Segunda Guerra Mundial”.

“Nós cortamos relações diplomáticas com a Rússia. A Ucrânia esta se defendendo e não deve perder sua liberdade. O direito de defender nossas vidas é nosso maior valor”, disse.




Leia também:

Terra Brasil Notícias