Governo brasileiro rebate porta-voz dos EUA por critica à visita de Bolsonaro à Rússia

Governo brasileiro rebate porta-voz dos EUA por critica à visita de Bolsonaro à Rússia

O Ministério das Relações Exteriores rebateu hoje a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, que ontem criticou a visita do presidente Jair Bolsonaro (PL) à Rússia em meio à crise com a Ucrânia. Segundo a americana, o Brasil “parece estar do outro lado de onde está a maioria da comunidade global”.

Bolsonaro visitou nesta semana o presidente russo Vladmir Putin em meio à possibilidade de a Rússia invadir a vizinha Ucrânia, apesar dos protestos da Europa e dos Estados Unidos.

Putin quer garantias de que Otan (Organização do Tratado Atlântico Norte) —organismo militar criado após a 2ª Guerra Mundial— jamais aceitará a entrada da Ucrânia no grupo, exigência que o ocidente rechaça. Putin teme perder influência no Leste Europeu e ter um membro da Otan na fronteira com seu país.

Em nota, o governo brasileiro diz que “lamenta o teor da declaração da porta-voz da Casa Branca a respeito de pronunciamento do Senhor Presidente da República por ocasião de sua visita à Rússia”.

“As posições do Brasil sobre a situação da Ucrânia são claras, públicas e foram transmitidas em repetidas ocasiões às autoridades dos países amigos e manifestadas no âmbito do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU)”, diz a nota.

O Ministério das Relações Exteriores não considera construtivas, nem úteis, portanto, extrapolações semelhantes a respeito da fala do Presidente.”




Leia também:

Terra Brasil Notícias