Empresas querem cobrar valor 8 vezes maior em autotestes de Covid no Brasil

Empresas querem cobrar valor 8 vezes maior em autotestes de Covid no Brasil

Associações e fornecedores de autotestes de covid-19 estimam que o exame caseiro custará de R$ 45 a R$ 79 por unidade no Brasil. Na Europa é possível encontrá-lo a partir de R$ 8 (82% mais barato).

O valor brasileiro está no intervalo de preços dos Estados Unidos (R$ 53 a R$ 180), Uruguai (R$ 60 a R$ 120) e Argentina (R$ 82). Na Alemanha, os autotestes custam de R$ 8 a R$ 17. É o país com os menores preços entre os analisados pelo Poder360.

O autoteste é um exame rápido de antígeno feito pela própria pessoa, sem necessidade de ir à farmácia, laboratório ou hospital. A Anvisa liberou a incorporação desses testes no Brasil em 28 de janeiro. Mas ainda é necessário que as empresas consigam autorização para seus produtos. Só depois a venda irá começar.

Ao menos 5 nações distribuem esses exames gratuitamente para suas populações: EUA, Reino Unido, Austrália, França e Canadá –o último, só em parte do país.

Espanha e França estabeleceram preço máximo para os autotestes: R$ 18 e R$ 31, respectivamente. Portugal e Austrália limitam a margem de lucro da venda.

Matéria-prima importada encarece preço brasileiro

As empresas atribuem o valor superior ao europeu à matéria-prima importada, suscetível aos impostos e à desvalorização do real.

“Toda a cadeia de suprimentos está muito alterada em função da demanda mundial pelo autoteste”, afirmou a Labtest. Segundo a empresa, os preços da matéria-prima variam a cada embarque.

Poder360




Leia também:

Terra Brasil Notícias