Daciolo defende Monark: “Não julguem e vocês não serão julgados”

Daciolo defende Monark: “Não julguem e vocês não serão julgados”

O ex-deputado Cabo Daciolo saiu em defesa do ex-apresentador Bruno Aiub, o Monark, neste sábado (19). Em publicação no Twitter, o bombeiro militar publicou um verso bíblico condenando o julgamento ao próximo.

No começo do mês, Monark defendeu a criação de um partido nazista no Brasil durante um episódio do Flow Podcast. Desde então, foi alvo de diversas críticas. Na semana passada, o youtuber disse que está sendo vítima de “linchamento desumano” e afirmou que nunca “apoiou a ideologia nazista e que a considera repugnante”.

#FéMonark. Yauh te ama! ‘Não julguem e vocês não serão julgados. Não condenem e não serão condenados. Perdoem e serão perdoados.’ Lucas 6:37”, escreveu Daciolo.

Daciolo chegou a ser cotado como pré-candidato em 2022, quando se filiou ao Brasil 35. Porém, retirou sua candidatura em dezembro de 2021. Na ocasião, declarou apoio ao pré-candidato Ciro Gomes (PDT).

Fala sobre nazismo

Após defender a criação de um partido nazista, Monark pediu desculpas e afirmou que estava bêbado ao fazer o comentário. Segundo o ex-apresentador, ele defendeu sua ideia de “um jeito muito burro”, além de ter falado “de uma forma insensível” com a comunidade judaica.

Depois da repercussão negativa, patrocinadores do programa anunciaram a retirada do suporte e divulgaram notas de repúdio. Horas depois, os estúdios Flow anunciam desligamento de Monark da empresa.

O caso ganhou proporção fora das redes sociais. O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) anunciou que vai investigar Monark pelo comentário. A produtora Flow Podcast também é alvo do inquérito.




Leia também:

Terra Brasil Notícias