Chuva interrompe buscas em Petrópolis

Chuva interrompe buscas em Petrópolis

O quinto dia de buscas em Petrópolis (RJ) por vítimas da tempestade teve que ser interrompido após ser chuvoso. O número de mortos na região serrana do Rio de Janeiro, subiu para 138, segundo anunciou neste sábado (19) a Defesa Civil. 191 pessoas que estão desaparecidas. 

Por volta das 12h40, os corpos de uma grávida e de uma criança de dois anos foram encontrados. Essas duas últimas vítimas ainda não entraram na contagem oficial do Corpo de Bombeiros.

A previsão da Defesa Civil é de chuvas moderadas a fracas. Por sua vez, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), alerta para chuvas intensas e “grande perigo” pelo acumulado das precipitações. Para o período da manhã, a previsão é de pancadas de chuvas isoladas e ventos fracos, enquanto para a tarde e noite de hoje, as estimativas do órgão são de “muitas nuvens com pancadas de chuva, por vezes fortes, e com trovoadas isoladas”. “Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas”, afirma comunicado do órgão.

De acordo com os últimos dados da prefeitura de Petrópolis, 72 vítimas foram sepultadas no cemitério do centro. No dia seguinte ao temporal, uma pessoa foi enterrada. Na quinta-feira foram 17 e ontem (18) houve 35 sepultamentos. Neste sábado até as 11h30, foram realizados 19 enterros.




Leia também:

Terra Brasil Notícias