“Propósito de poder de Moro já estava definido”, diz Bolsonaro

“Propósito de poder de Moro já estava definido”, diz Bolsonaro
Presidente afirmou que ex-juiz recebeu “ministério de porteira fechada”, mas queria que pasta trabalhasse para ele

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a disparar críticas ao ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, a quem acusou de ter usado a pasta para propósito de poder pessoal.

“Dei um ministério para ele de porteira fechada. Mas para todos os ministros eu falei: eu tenho poder de veto. Se alguém lá dentro tiver uma vida, um passado complicado ou começar a criar problemas, eu vou lá e falo: ministro, esse cara tem que ser trocado. Ele não admitia que isso pudesse acontecer no ministério dele”, disse Bolsonaro em entrevista à Rádio Nova FM, de Pernambuco.

“O que ele queria era um ministério para trabalhar para ele, para os seus propósitos. O propósito de poder dele já estava definido bem lá trás. E ele enganou enquanto pôde externar essa intenção dele em disputar a Presidência da República”, afirmou o chefe do Executivo federal.

Moro deixou o cargo em abril de 2020. Na ocasião, acusou Bolsonaro de tentar interferir na Polícia Federal (PF). A denúncia resultou na abertura de um inquérito, no Supremo Tribunal Federal (STF), para investigar o caso, que segue em andamento.




Leia também:

Terra Brasil Notícias