Lula, Ciro e Moro ganham mais de R$ 20 mil por mês dos seus partidos

Lula, Ciro e Moro ganham mais de R$ 20 mil por mês dos seus partidos

De acordo com o PT, Lula recebe remuneração por ‘exercer funções de direção partidária’ e ser presidente de honra do partido

Sonhando com o Palácio do Planalto, Lula (PT), Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos) ganham mais de R$ 20 mil por mês dos seus partidos para exercer funções partidárias.

Além disso, eles recebem ainda orientação jurídica e de marketing pagos pelas legendas, destaca reportagem do jornal O Globo.

A lei eleitoral não proíbe que os partidos paguem políticos sem cargos eletivos e não estabelece um teto de gastos de uso do fundo partidário, formado de recursos públicos, doações e outras formas de arrecadação, para o pagamento de salários.

Mas especialistas apontam para a necessidade de maior transparência das siglas sobre os valores gastos com pessoal e serviços prestados.

Recém filiado ao Podemos, Moro receberá um valor bruto mensal de R$ 22 mil durante o ano eleitoral. Já Lula e Ciro Gomes, ganham cerca de R$ 22,8 mil e R$ 21,3 mil mensais.

Em valores líquidos, já considerados todos os descontos e impostos, Lula recebe R$ 22.816,51; Ciro, R$ 21.316,45; e Moro, R$ 15 mil.

De acordo com o PT, Lula recebe remuneração por “exercer funções de direção partidária” e ocupar o posto de presidente de honra do partido. Já o Podemos explica que Moro é vice-presidente estadual do partido, no Paraná, desde 10 de novembro.

Os presidentes nacionais das legendas também ganham bem. Valdemar Costa Neto ganha, em média, R$ 24 mil mensais do PL; Carlos Lupi, do PDT, R$20,6 mil; Carlos Siqueira, do PSB, R$28,6 mil; e Roberto Freire, do Cidadania, R$28,7 mil.




Leia também:

Terra Brasil Notícias