Japão inaugura escola com ensino médio dedicado a video games

Japão inaugura escola com ensino médio dedicado a video games

O país vai inaugurar a primeira instituição educacional voltada para quem gosta de jogos eletrônicos

Os fãs de video game do Japão vão ganhar uma escola especialmente para eles. Em abril de 2022, o país vai inaugurar a primeira instituição de ensino médio voltada para quem gosta de e-sports (esportes eletrônicos).

A eSports High School terá sede em Tóquio, capital do Japão, e vai preparar os estudantes para se tornarem jogadores e streamers — pessoas que transmitem o conteúdo do jogo de alguma plataforma pela internet — profissionais. Eles vão aprender conteúdos técnicos sobre a jogabilidade, a cuidar da saúde física e mental e a administrar as finanças pessoais.

O modelo pioneiro será financiado pela Nippon Telegraph and Telephone Corporation, empresa de esportes eletrônicos japonesa, em parceria com o clube de futebol japonês Verdy. Além de jogadores, a escola vai formar desenvolvedores de jogos, programadores, escritores, comentaristas de e-sports e designers de games.

A instituição vai disponibilizar sessões de aconselhamento individuais para quem quiser continuar a formação no ensino superior. Além disso, os interessados em estudar no local podem participar de programas de orientação a partir de 23 de janeiro.

Mercado de video game

O Japão saiu na frente para atender ao mercado de jogos eletrônicos, que não para de crescer. De acordo com a pesquisa do Newzoo, empresa de dados de mercado de jogos, 3 bilhões de pessoas se consideram jogadoras de video game. Segundo a previsão da instituição, o setor vai movimentar US$ 220 bilhões em 2024.

No ano passado, o mercado gerou mais de US$ 170 bilhões de renda, sendo que US$ 90 bilhões foram gerados pelos jogos de smartphone e tablet. Já os games dos consoles movimentaram quase US$ 50 bilhões do setor.




Leia também:

Terra Brasil Notícias