STF deve gastar R$ 16 milhões com recepcionistas

STF deve gastar R$ 16 milhões com recepcionistas

Supremo Tribunal Federal (STF) pretende gastar mais de R$ 16 milhões para custear cerca de 200 recepcionistas durante o período de um ano. O processo licitatório já foi aberto e deve ser realizado na sexta-feira 10. As informações são do site O Antagonista.

De acordo com a mais alta Corte do país, os novos recepcionistas serão responsáveis por “esclarecer dúvidas gerais sobre a atividade do STF”, “auxiliar na montagem e controle do andamento de processos” e “digitar ou digitalizar documentos”, entre outras atividades. As informações são da Revista Oeste.

Segundo o STF, o contrato vem sendo renovado a cada ano. A Corte não possui recepcionistas concursados.

“As recepcionistas terceirizadas atuam em todos os departamentos do tribunal, para atendimento presencial e telefônico, além do atendimento ao público externo”, informou o Supremo. “O STF vem buscando reduzir o número de postos a cada contrato, além de ter unificado, na atual contratação, serviços antes previstos em outros contatos.”

Em sua conta oficial no Twitter, Salim Mattar, ex-secretário de Desestatização do governo de Jair Bolsonaro, resumiu o absurdo da situação ao comentar o tema.

Leia também:

Terra Brasil Notícias