Sem citar nomes, Ciro sugere que Doria e Moro são suplentes do bolsonarismo raiz: “chutaram Bolsonaro”

Sem citar nomes, Ciro sugere que Doria e Moro são suplentes do bolsonarismo raiz: “chutaram Bolsonaro”

Sem citar nomes, o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, comentou nesta sexta-feira (10) o encontro entre Sergio Moro (Podemos) e João Doria (PSDB), que aconteceu na última quarta-feira (8) em São Paulo. Os também pré-candidatos firmaram pacto de não agressão. Disputam a liderança da 3ª via, contra Bolsonaro (PL) e Lula (PT).

“Os dois candidatos suplentes do bolsonarismo raiz —que cresceram mamando nas tetas e depois chutando Bolsonaro – acabam de firmar um pacto de não agressão. Precisava? Já pensou o que um não teria a dizer sobre o outro?”, escreveu Ciro Gomes no Twitter.

O ex-juiz foi ministro da Justiça e Segurança Pública de janeiro de 2019 a abril de 2020. Deixou o governo por divergências com Bolsonaro. Já Doria usou o slogan “Bolsodoria” durante a campanha ao Governo de SP em 2018. Depois, rompeu com Bolsonaro.

Doria e Moro estudam uma possível união para formar uma chapa mais competitiva contra Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera a corrida eleitoral. Contudo, há um entrave ainda não resolvido sobre qual deles abrirá mão da Presidência para ser o vice.

Créditos: Poder 360.




Leia também:

Terra Brasil Notícias