Saiba quanto os 10 maiores bilionários do mundo ganharam em 2021

Saiba quanto os 10 maiores bilionários do mundo ganharam em 2021

Cada um dos dez maiores bilionários do mundo tem hoje um patrimônio acima de US$ 100 bilhões – ou R$ 557 bilhões, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index. Alguns deles, como Bill Gates e Jeff Bezos, já tinham esse tipo de fortuna faz tempo. Outros alcançaram a marca neste ano. Juntos, os dez abocanharam mais US$ 402 bilhões em 2021 – ou seja, mais de R$ 2,2 trilhões. E ninguém ganhou mais do que Elon Musk, que acrescetou US$ 121 bilhões (R$ 674 bilhões) à sua fortuna. Confira a lista completa, elaborada pela CNBC.

  1. Elon Musk – Ganhou em 2021: US$ 121 bilhões. Fortuna total: US$ 277 bilhões. O fundador da Tesla se beneficiou muito do crescimento da sua empresa de carros elétricos. As ações da empresa subiram 60% neste ano, e a companhia atingiu a marca de US$ 1 trilhão de receita em outubro. Recentemente, Musk tem vendido milhares de ações da Tesla, com o objetivo de pagar uma dívida de US$ 12 bilhões associada a um pacote de opções de ações que ele recebeu em 2012.
  2. Jeff Bezos – Ganhou em 2021: US$ 5 bilhões. Fortuna total: US$ 195 bilhões. Bezzos, que costumava ocupar o primeiro lugar da lista, não enriqueceu tanto quanto Musk, mas ainda assim somou mais US$ 5 bilhões à sua fortuna. Em julho, ele deixou seu cargo de CEO da Amazon: segundo ele, seu tempo passou a ser gasto em iniciativas como o Bezos Earth Fund, a Blue Origin, o The Washington Post e o fundo Amazon Day 1.
  3. Bernard Arnault – Ganhou em 2021: US$ 61 bilhões. Fortuna total: US$ 176 bilhões. O CEO do conglomerado LVMH, dono de marcas de luxo como Louis Vuitton, Christian Dior e Givenchy, adicionou a bagatela de US$ 61 bilhões ao seu patrimônio, o que garantiu a ele otítulo de europeu mais rico do mundo.
  4. Bill Gates – Ganhou em 2021: US$ 7 bilhões. Fortuna total: US$ 139 bilhões. Apesar de ter doado bilhões de dólares para algumas causas nas últimas décadas, Gates continua a ver sua fortuna crescer, em grande parte por causa da boa performance das ações de Microsoft – ele ainda é dono de 1% da empresa que fundou. Hoje, Gates passa a maior parte do tempo cuidando da fundação que criou com a ex-mulher Melinda Gates, e se dedicando a causas como a crise climática e o fim das pandemias.
  5. Larry Page – Ganhou em 2021: US$ 47 bilhões. Fortuna total: US$ 130 bilhões. US$ 47 bilhões foi quando o cofundador do Google adicionou ao bolso em 2021. Isso se deve ao ótimo desempenho do Grupo Alphabet (que controla o Google). A empresa superou a marca de US$ 2 trilhões em receitas em novembro. Embora Page não seja mais o CEO da Alphabet, ele ainda é membro do conselho da companhia.
  6. Mark Zuckerberg – Ganhou em 2021: US$ 24 bilhões. Fortuna total: US$ 128 bilhões. Única pessoa da lista com menos de 40 anos, Zuckerberg, 37, consegiu embolsar mais US$ 24 bilhões neste ano. Ele detém 13% das ações da Meta (que controla Facebook, WhatsApp e Instagram), que subiram de valor mais de 20% neste ano.
  7. Sergey Brin – Ganhou em 2021: US$ 45 bilhões. Fortuna total: US$ 125 bilhões. O outro co-fundador do Google ganhou nada menos do que US$ 45 bilhões, e assim chegou pela primeira vez no patamar acima de US$ 100 bilhões. Ele é dono de 38 milhões de ações da Alphabet, o que deve garantir o crescimento da sua fortuna por um bom tempo.
  8. Steve Ballmer – Ganhou em 2021: US$ 41 bilhões. Fortuna total: US$ 122 bilhões. Ballmer, que já foi CEO da Microsoft, hoje é dono do time Los Angeles Clippers, do NBA americano. Como ele embolsou US$ 41 bilhões? Com ações da Microsoft, que neste ano ganharam mais de 50% de valor de mercado.
  9. Larry Ellison – Ganhou em 2021: US$ 29 bilhões. Foprtuna total: 109 bilhões. O fundador e presidente do conselho da Oracle colheu os frutos da alta performance da companhia neste ano – a segunda melhor em 20 anos. Aos 77 anos, ele entrou para a turma daqueles com patrimônio acima de US$ 100 bilhões.
  10. Warren Buffett – Ganhou em 2021: US$ 21 bilhões. Fortuna total: US$ 109 bilhões. O investidor mais famoso do mundo, CEO da Berkshire Hathaway, já declarou que quer doar a maior parte de sua fortuna. Bem, neste ano ele acrescentou mais US$ 21 bilhões aos ganhos que pode passar para a frente, caso ele queira. Aos 91 anos, ele descreveu a quantia como “incompreensível”.

Créditos: TNH1.




Leia também:

Terra Brasil Notícias