O amor dos esquerdistas e seguranças pelas máscaras

O amor dos esquerdistas e seguranças pelas máscaras

A máscara de proteção virou uma espécie de fetiche na “era” do covid-19, os Estados controlados pela esquerda ou simpatizantes de esquerda como são Paulo por exemplo, tem a máscara como um símbolo do período que mais embolsaram dinheiro do governo federal, eles têm adiado ao máximo a retirada desse apetrecho incômodo que inclusive foi rechaçado pela OMS no começo da pandemia, Mandetta pedia aos berros que quem tivesse máscara não precisaria usar, passasse em um hospital e deixasse lá.

Outro grupo que vai sentir falta das máscaras são os seguranças, esses aí amam, no shopping quando você esquece e entra sem máscara começa uma verdadeira caçada, os rádios começam a se comunicar e uma operação é iniciada, “ATENÇÃO, GORDINHO DE CAMISA VERMELHA ACABA DE ADENTRAR AO RECINTO SEM MÁSCARA”, esses vão sentir falta do símbolo de poder dado a eles, no mais, a máscara não tem comprovação científica que evite o contágio, mais uma moda de 2021 que ficará nos anais da história.

Junior Melo (advogado e jornalista)

Leia também:

Terra Brasil Notícias