EUA dizem confiar plenamente na democracia brasileira

EUA dizem confiar plenamente na democracia brasileira

A fala foi feita por Juan González, encarregado de assuntos da América Latina do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

Na última quinta-feira (5), o governo dos Estados Unidos disse ter plena confiança de que as eleições de 2022 no Brasil serão “livres e justas”. A fala foi feita por Juan González, encarregado de assuntos da América Latina do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

“Temos plena confiança na solidez das instituições democráticas brasileiras para realizar eleições livres e justas”, disse González aos jornalistas.

O membro do governo Biden respondeu um questionamento sobre o risco de o Brasil ter em 2022 algo parecido com o “6 de janeiro”, em referência à invasão do Congresso americano por apoiadores do ex-presidente Donald Trump.

O Brasil é um dos países convidados para a cúpula virtual de líderes de governo, sociedade civil e setor privado, convocada por Biden para os dias 9 e 10 de dezembro.

Questionado por jornalistas sobre a participação de Bolsonaro no fórum em vista de suas constantes críticas ao sistema de votação, González confirmou sua participação.

“O Brasil definitivamente precisa ter um lugar à mesa. Porque se olharmos a trajetória da democracia brasileira, acho que as instituições democráticas brasileiras têm muito a ensinar ao mundo sobre democracia ”, disse.

González destacou que não serão apenas as autoridades governamentais que participarão da cúpula.

“Acho importante que os líderes ouçam os jornalistas e a sociedade civil e os ajudem a assumir seus próprios compromissos sobre como os governos podem responder a algumas das demandas que recebem da população”, acrescentou.

Leia também:

Terra Brasil Notícias