Bolsonaro sobre passaporte da vacina: “coleira que querem botar no povo brasileiro”

Bolsonaro sobre passaporte da vacina: “coleira que querem botar no povo brasileiro”

Nesta terça-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o chamado passaporte da vacina, documento que comprova a imunização contra a Covid-19, e disse que a medida como uma “coleira que querem botar no povo brasileiro”. A declaração ocorreu durante evento realizado no Palácio do Planalto, em Brasília,

“Nós vemos uma briga enorme aqui agora sobre passaporte vacinal. Quem é favorável, não se esqueça, amanhã alguém pode impor algo para você que você não seja favorável. Quem toma vacina pode contrair o vírus? Pode e contrai. Pode transmitir? Sim, transmite. Pode morrer? Sim, pode. Como tem morrido muita gente, infelizmente”, disse o presidente.

“A gente pergunta: por que o passaporte vacinal? Por que essa coleira que querem colocar no povo brasileiro? “, questionou Bolsonaro.

Presidente disse também não ser contra a vacina, uma vez que o governo “comprou mais de 600 milhões de doses” de imunizantes contra a Covid-19. “Vamos todos responder a liberdade individual. E outra que quem tomou vacina não precisa se preocupar com quem não tomou porque não será contaminado.”

Leia também:

Terra Brasil Notícias