Bebês que foram vacinados contra a Covid-19 por engano continuam internados, diz prefeitura de Sorocaba

Bebês que foram vacinados contra a Covid-19 por engano continuam internados, diz prefeitura de Sorocaba

Os dois bebês que receberam por engano a vacina contra a Covid-19, em Sorocaba, interior de São Paulo (SP), em vez da pentavalente, continuam internados em observação no hospital Gpaci, mas não apresentaram mais nenhum sintoma desde sábado (04), segundo a Secretaria da Saúde da cidade.

De acordo com a secretaria, a vacinação ocorreu na quinta-feira (02). Uma menina de dois meses e um menino de quatro meses de idade iriam receber a pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra uma bactéria responsável por infecções no nariz, meninge e garganta.

Por ora, a técnica de enfermagem, que fez a aplicação, foi afastada da sala de procedimentos injetáveis, até a apuração e verificação das medidas que serão tomadas.

A prefeitura abriu procedimento interno para apurar a responsabilidade da funcionária que trocou as doses, que foram aplicadas na unidade básica de saúde do bairro Nova Sorocaba, na zona norte.

A Secretaria da Saúde informou que também entrou em contato com o Centro de Vigilância Epidemiológica do estado de São Paulo, o Ministério da Saúde e a fabricante da vacina, que relataram casos semelhantes ocorridos em outros locais, com sintoma de febre apresentado.

A orientação desses órgãos foi de que as crianças permanecessem em observação de 10 a 15 dias. Além de febre, um dos bebês apresentou vômito e irritabilidade.




Leia também:

Terra Brasil Notícias