Instituto Adolfo Lutz confirma dois casos da Ômicron no Brasil

Instituto Adolfo Lutz confirma dois casos da Ômicron no Brasil

Na noite desta terça-feira (30), o Instituto Adolfo Lutz confirmou os dois resultados positivos para a variante ômicron do coronavírus no Brasil. Instituto Adolfo Lutz confirmou o sequenciamento genético feito anteriormente pelo Hospital Israelita Albert Einstein e atestou a presença da nova cepa no Brasil. A confirmação foi feita pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Os dois primeiros casos da Ômicron no Brasil são referentes à um homem de 41 anos e uma mulher de 37 anos, que vieram da África do Sul. 

Diante do resultado positivo, o casal foi orientado a permanecer em isolamento domiciliar. Ainda segundo a secretaria estadual, ambos estão sob monitoramento das Vigilâncias estadual e municipal de São Paulo, juntamente com seus familiares.

Os dois são missionários brasileiros, que moram na África do Sul e vieram para São Paulo visitar familiares que moram na Zona Leste da capital paulista.O casal desembarcou no Brasil em 23 de novembro e fizeram exames antes de embarcar novamente para a África do Sul, em 25 de novembro, quando apresentavam sintomas leves. O retorno ao país africano foi impedido já que o resultado do teste RT-PCR, feito coletado no laboratório do Einstein instalado no Aeroporto Internacional de Guarulhos, deu positivo. 




Leia também:

Terra Brasil Notícias