Flávio Bolsonaro detona Moro: “A política pode até perdoar traição, mas não perdoa o traidor”

Flávio Bolsonaro detona Moro: “A política pode até perdoar traição, mas não perdoa o traidor”

Durante discurso em sua filiação ao PL, o senador Flávio Bolsonaro criticou indiretamente o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-juiz da Lava Jato, Sergio Moro (Podemos). A declaração foi feita na manhã desta terça-feira (30). 

“Tem um ditado na política que diz o seguinte: ‘A política pode até perdoar traição, mas não perdoa o traidor’”, disse.

“E traidor é aquele que humilha uma mulher, que expõe publicamente uma pessoa pensando no poder, porque o convidou para ser o padrinho de casamento. […] Traidor é aquele que por ação ou omissão interfere na Polícia Federal”, completou.




Leia também:

Terra Brasil Notícias