EUA colocam 12 empresas chinesas em lista de ‘negócios proibidos’

EUA colocam 12 empresas chinesas em lista de ‘negócios proibidos’

Doze empresas chinesas entraram na lista dos Estados Unidos (EUA) de negócios considerados proibidos.

O Departamento do Comércio dos EUA fez a inclusão por entender que as empresas chinesas “se envolveram em atividades contrárias à segurança nacional ou aos interesses da política externa”. O anúncio foi feito na quarta-feira 24.

Com a decisão, os fornecedores não poderão negociar com as empresas da lista, a menos que tenham recebido uma licença especial para isso.

Ao todo, a administração Biden acrescentou 27 entidades à sua lista de proibições comerciais, mas nem todas com sede na China. Há também nomes do Japão, do Paquistão e de Singapura.

Em comunicado, a secretária norte-americana do Comércio, Gina Raimondo, sustenta que a atualização da lista visa sobretudo a proteger tecnologias dos EUA face ao desenvolvimento, por parte de chineses e russos, de “avanços militares”.

Ela alegou que as empresas foram adicionadas à lista por terem contribuído para o programa de mísseis balísticos e demais atividades nucleares do Paquistão.

Leia também:

Terra Brasil Notícias