Doria ataca Lula e Bolsonaro e afirma que trouxe vacina para o Brasil

Doria ataca Lula e Bolsonaro e afirma que trouxe vacina para o Brasil

Escolhido candidato do PSDB à Presidência da República em 2022, o governador de São Paulo, João Doria, antecipou o tom ao discurso que adotará na campanha, neste sábado, 27, depois de vencer as prévias tucanas.

Doria fez duros ataques ao presidente Jair Bolsonaro e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aparecem bem à frente dos demais possíveis adversários na corrida pelo Palácio do Planalto.

Ele também fez referência a nomes históricos do PSDB e afirmou que sua gestão em São Paulo “trouxe a vacina” contra a covid-19 ao Brasil.

Sobrou também para Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “Os governos Lula e Dilma representaram a captura do Estado. Não esqueço isso”, disse o governador paulista.

“Lula, se prepare nos debates porque vou cobrar isso de você e daqueles que, como você, roubaram dinheiro público do Brasil”, prosseguiu Doria. “Os brasileiros não esquecem o que aconteceu no Brasil durante seu governo.”

Segundo o tucano, o país está preso “em uma armadilha, um círculo vicioso e danoso”. Doria classificou Lula e Bolsonaro como “populistas e extremistas de esquerda e de direita que se unem para amordaçar a imprensa e emparedar as oposições”.

Em seu pronunciamento, o agora candidato do PSDB ao Planalto citou nomes históricos do partido, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador José Serra (SP) e os ex-governadores Mário Covas e Geraldo Alckmin — este ultimo, hoje seu desafeto, está de saída do PSDB.

“Temos que resgatar o Brasil de FHC, do plano de estabilização da economia, do combate à inflação, da responsabilidade fiscal”, disse Doria. “As bases estão todas aqui no nosso partido, fruto da excelência dos nossos quadros.”

Doria também fez questão de cumprimentar os dois candidatos derrotados nas prévias — Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, e Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus.

“Nessas prévias não há nenhum derrotado. Todos são vitoriosos”, afirmou. “O PSDB sai fortalecido das prévias. É o único partido que promoveu um amplo processo democrático, o único a consultar suas bases sobre quem deveria liderar o processo de mudança no Brasil.”

De acordo com o governador de São Paulo, o partido está “unido na construção do melhor projeto para o Brasil”.

Créditos: Revista Oeste.

Leia também:

Terra Brasil Notícias