ONU: Talibã não está cumprindo promessas sobre situação das mulheres

ONU: Talibã não está cumprindo promessas sobre situação das mulheres

O secretário-geral da ONU, António Guterres, criticou nesta quarta-feira (11) as promessas “não-cumpridas” do Talibã no Afeganistão. Ele contesta a situação das mulheres e meninas do país desde a tomada do poder pelo grupo extremista.

“Estou especialmente preocupado ao ver que as promessas feitas pelos talibãs às mulheres e meninas afegãs não estão sendo cumpridas”, disse Guterres. “Faço um apelo energético aos talibãs para que mantenham suas promessas às mulheres e meninas e cumpram suas obrigações em virtude dos direitos humanos internacionais e do direito humanitário. Não vamos abandonar esse assunto”, martelou o chefe de ONU, lembrando que esse tema é abordado diariamente.

Ao assumirem o controle do Afeganistão, os talibãs prometeram que as mulheres não seriam privadas de seus direitos, como quando o grupo tomou o país, no final da década de 1990. Na época, as afegãs não podiam trabalhar, estudar ou sair de casa sem serem acompanhadas por um homem da família. 

Leia também:

Terra Brasil Notícias