Guedes: ‘Em nenhum momento eu pedi demissão’

Guedes: ‘Em nenhum momento eu pedi demissão’

Na tarde desta sexta-feira (22), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que não pediu demissão do governo federal e nem o presidente Jair Bolsonaro insinuou isso. A declaração foi dada por ele em entrevista coletiva.

Essas especulações surgiram após o governo decidir alterar o teto de gastos para pagar um Auxílio Brasil de R$ 400. As mudanças levaram quatro secretários de Guedes a pedirem exoneração de seus cargos, situação que o ministro classificou como “natural”.

“Eu não pedi demissão. Em nenhum momento eu pedi demissão. Em nenhum momento o presidente insinuou qualquer coisa semelhante. Quando eu me referi ao André Esteves é porque eu soube que, enquanto eu estava lá fora, teve uma movimentação política aqui. Existe uma legião de fura-tetos, o teto é desconfortável”, disse ele,.

“Estou errado de não pedir demissão porque vão gastar R$ 100 a mais? Por gastar R$ 33 bilhões a mais?”, completou Guedes.

Guedes disse mais cedo que integrantes da ala política do governo Jair Bolsonaro procuraram o dono do banco BTG, André Esteves, para buscar nomes para o substituir. A declaração de Guedes sobre André Esteves foi feita após um ato falho.

O ministro anunciava que o seu assessor Esteves Colagno assumirá a secretaria do Tesouro e Orçamento do ministério. Nesse momento, afirmou que o “André Esteves” assumiria a função.

Leia também:

Terra Brasil Notícias