Explosão em Cabul deixa mortos nas proximidades de mesquita

Explosão em Cabul deixa mortos nas proximidades de mesquita

No local, acontecia o funeral da mãe do porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid

Uma explosão atingiu uma multidão em frente à entrada de uma mesquita no centro de Cabul, capital do Afeganistão, neste domingo (3), deixando vários civis mortos.

A explosão teve como alvo os portões da Mesquita Eidgahonde um funeral da mãe do porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, era realizado. A conta do porta-voz no Twitter também confirma a explosão.

“A explosão de uma bomba abalou uma reunião de civis perto da entrada da Mesquita Eidgah, em Cabul, deixando vários civis mortos”, diz a publicação. Outras postagens nas redes sociais descreveram a explosão como uma “grande detonação” e os serviços de emergência estão no local.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pelo ataque. No entanto, segundo o analista de Internacional da CNN, Lourival Sant’Anna, o ataque teria sido praticado pelo grupo IS Khorasan (ISIS-K), afiliado ao Estado Islâmico.

No mês passado, a cidade de Jalalabad, no leste do Afeganistão, viu uma onda de ataques contra o Talibã praticado pelo grupo pelo chamado ISIS-K. “Todos os sinais apontam para o Estado Islâmico-K. O primeiro grande ataque contra civis depois da retirada das tropas dos Estados Unidos do Afeganistão”. disse Lourival.

Segundo ele, ataques deste tipo já eram esperados pelo Talibã, que tem dificuldades de monitorar os combatentes do ISIS-K. “O ISIS-K tem feito os chamados ‘road side bombs’, que são bombas colocadas na beira da estrada quando passam comboios do Talibã. O Talibã também tem intensificado a perseguição a estes militantes que formam hoje o seu grande inimigo. Era esperado que, uma vez que finalizada a retirada dos EUA, esse conflito se intensificasse”.

Sobre o ataque ter acontecido no local do funeral da mãe do principal porta-voz do Talibã, Sant’Anna avalia que Zabihullah Mujahid é uma “figura proeminente” do Talibã e o ataque é “vantajoso” ao ISIS-K. “Ele era um alvo claro e ‘nobre’. Ele é uma figura proeminente, o rosto do Talibã para o mundo. Atacá-lo seria altamente vantajoso e eles conseguiram”, disse.

Porta-voz do Talibã Zabihullah Mujahid / 06/09/2021 / Reuters / Stringer

O ISIS-K é uma dissidência do Talibã, formada por militantes que consideraram que o Talibã não estava mais seguindo os princípios do movimento.

Para Sant’Anna, o ISIS-K quer provar que o fato do Talibã ter tomado o poder no Afeganistão não significa que a população viverá em segurança. “O ISIS-K tenta trazer o medo à população para minar confiança e apoio da população ao Talibã”. O grupo é formado por cerca de 3 mil militantes.

O Talibã, no entanto, enfrenta dificuldades para identificar esses combatentes do ISIS-K. “Essas pessoas circulam livremente por Cabul e outras grandes cidades afegãs. Infelizmente, vamos ver atentados como este. O de hoje foi particularmente significativo porque o funeral da mãe do porta-voz do Talibã era um momento muito sensível e representa uma prova da dificuldade do Talibã de manter a segurança do país.”

Leia também:

Terra Brasil Notícias