Votos eletrônicos serão recontados em Moscou

Votos eletrônicos serão recontados em Moscou

O chefe da seção de observação eleitoral de Moscou, Alexei Venediktov, disse nesta quarta-feira (22) que será feita uma recontagem dos votos eletrônicos na capital da Rússia para os assentos da Duma, a câmara baixa do parlamento do país, mas o processo não terá força legal.

No pleito realizado entre sexta-feira (17) e domingo (19) , o partido do presidente Vladimir Putin, a Rússia Unida, manteve a maioria na casa. Em Moscou, a legenda conquistou todos os distritos, o que levou a oposição a apontar indícios de fraude. Segundo o The Moscow Times, candidatos oposicionistas lideravam na votação presencial e sofreram uma virada quando os votos online foram computados.

“Todo mundo está perguntando sobre a recontagem dos votos do grupo técnico, isso, claro, não será uma recontagem legal, será uma reconciliação a fim de confirmar suspeitas ou não confirmar suspeitas de que foram contados incorretamente”, disse Venediktov, à agência de notícias estatal RIA Novosti.

Ainda segundo o Moscow Times, analistas e cientistas de dados independentes afirmaram que metade de todos os votos atribuídos ao Rússia Unida nos resultados oficiais eram provavelmente falsos, o que representaria um
nível de fraude inédito nas eleições parlamentares russas.

Leia também:

Terra Brasil Notícias