Rogério Marinho fará lançamento de pré-candidatura ao senado depois que pesquisa mostrou maior rejeição de Fábio Faria

Rogério Marinho fará lançamento de pré-candidatura ao senado depois que pesquisa mostrou maior rejeição de Fábio Faria

O impasse entre Rogério Marinho e Fábio Faria para vaga no Senado Federal pelo RN deve ter findado, em pesquisa feita pela empresa instituto Realtime Big Data, Rogério Marinho obteve vantagem de 6 pontos percentuais sobre Fábio Faria para disputa ao cargo de senador da República.

Ainda na mesma pesquisa, o Ministro das Comunicações, Fábio Faria, teve o maior percentual de rejeição entre os avaliados. Outro ponto que favoreceu Rogério Marinho foi a disputa sem Fábio Faria, nesse cenário a pesquisa mostrou que ele empata tecnicamente com o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo, já a disputa em que Fábio aparece sem Rogério Marinho, o cenário não melhora para o Deputado Fábio Faria.

A disputa interna pela vaga de senador vinha se arrastando há meses e trazendo uma certa rusga nas bases de apoio dos dois políticos, Rogério Marinho, político experiente e muito técnico, ajudou o RN com centenas de obras estruturantes e foi até alvo de críticas por ajudar muito o estado.

Marinho conta com o apoio dos principais prefeitos do RN, o presidente da assembleia Legislativa e centenas de vereadores que o acompanham desde de os tempos de FECAM. A esquerda prefere que Jean Paul Prates dispute com Fábio Faria e a imprensa ligada ao senador petista chegou a elogiar o deputado Faria que pertence ao partido de Kassab, agora inimigo declarado de Bolsonaro.

Rogério ainda não disse com todas as letras que é candidato, mas já comunicou a intenção ao presidente Bolsonaro que tem Rogério Marinho como um aliado fiel e que no Senado será de grande ajuda para o próximo governo em que o presidente tentará provavelmente a reeleição.

Em entrevista, o Ministro disse que provavelmente será candidato ao Senado, mas espera o posicionamento de Bolsonaro para que possa escolher o partido que disputará o pleito: “não sou pré-candidato ainda, mas devo dicidir meus rumos políticos nos próximos dias, se tiver a oportunidade, vamos alavancar esse estado que sofre há algum tempo com o descaso, principalmente nos governos do PT”.

Já Fábio Faria tem um leque de opções, continuar Ministro e ficar ao lado de Bolsonaro na campanha que se avizinha, Ser candidato para disputar um cargo por São Paulo onde tem residência fixa e é casado com a filha do bilionário Silvio Santos, dono do SBT, pode ainda disputar a reeleição como deputado federal, cargo que prometeu ao pai, o ex-governador Robinson Faria, mas que ainda não há viabilidade jurídica para o ex-governador, ou tentar uma eleição para o senado onde teria um embate com seu colega de ministério podendo dividir os votos e prejudicar a vaga para a Câmara alta do congresso que Bolsonaro precisa muito para se fortalecer.

Leia também:

Terra Brasil Notícias