Mais de 2,2 milhões de famílias estão na fila de espera do Bolsa Família

Mais de 2,2 milhões de famílias estão na fila de espera do Bolsa Família

Aproximadamente 2,3 milhões de famílias brasileiras têm direito, mas ainda não recebem o Bolsa Família. A informação provém de levantamento realizado pelo grupo de trabalho da vigilância socioassistencial da câmara temática de assistência social do Consórcio Nordeste, grupo que reúne especialistas da área e secretários dos 9 estados da região. O dado revela a demanda reprimida do programa.

A demanda reprimida refere-se àquelas famílias que estão inscritas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), com perfil para recebimento do benefício, mas que aguardam a concessão pelo Governo Federal.

O levantamento leva em conta todas às famílias em situação de pobreza, sem acesso ao Bolsa Família, que tenham vínculo com crianças ou adolescentes na faixa etária de 0 a 17 anos e que estejam com os cadastros atualizados dentro do prazo de 24 meses.

Wellington Dias, governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, enviou um ofício ao Ministro da Cidadania, João Roma Neto, em 26 de maio de 2021, pedindo esclarecimentos do que ele classificou como desigualdade na concessão do benefício. Segundo o governador, até hoje não houve respostas por parte do ministro ou do ministério.

Créditos: Poder 360.

Leia também:

Terra Brasil Notícias