Doria é internado e passa por cirurgia

Doria é internado e passa por cirurgia

Internado na madrugada desta quinta-feira (2) no Hospital Israelita Albert Einstein, o governador de São Paulo, João Doria(PSDB), passou por preparação para cirurgia de correção de hérnia inguinal.

A hérnia surge quando alguma estrutura sai do seu lugar original. No caso do governador, ela fica na virilha (entre a coxa e a parte inferior do abdome) e, por isso, tem o nome de hérnia inguinal.

O quadro ocorre quando há o deslocamento de uma alça do intestino através de um orifício que se formou na parede abdominal na região da virilha.

“Normalmente, o que acontece é a descida de uma alça do intestino através do cordão espermático [estrutura do aparelho reprodutor masculino] em um orifício que não tem espaço para mais nada, a não ser os elementos do cordão [veias, nervos, testículos]”, explica Natan Chehter, geriatra membro da SBGG (Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia) e do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.*

Cirurgia é simples 

A necessidade de intervenção cirúrgica depende do quadro do paciente. Porém, a cirurgia é o único tratamento eficaz para as hérnias, especialmente na fase precoce da doença. A cirurgia é essencial sobretudo quando a hérnia fica “estrangulada”, pois o sangue deixe de circular normalmente, causando necrose ou ameaçando a vida da pessoa.

“Neste caso precisa mesmo operar porque é uma urgência (…) Com o governador, ele pode ter sentido incômodo o suficiente para ser cirúrgico. Quando há dor e queixas, fazemos a cirurgia eletiva”, explica Chehter.




Leia também:

Terra Brasil Notícias