Celso de Mello, do STF, chama Bolsonaro, presidente da República de ‘medíocre’

Celso de Mello, do STF, chama Bolsonaro, presidente da República de ‘medíocre’

Após as manifestações dos atos que levaram milhões de brasileiros a favor da liberdade pelo país neste 7 de Setembro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, chamou o presidente Jair Bolsonaro de ‘medíocre’.

À revista Veja, o ministro foi comentou o discurso do presidente da República. “Revelam a triste figura e a distorcida mente autocrática de um político medíocre e sem noção dos limites éticos e constitucionais que devem pautar a conduta de um verdadeiro chefe de Estado que seja capaz de respeitar o dogma fundamental da separação de poderes”, disse o ministro ao veículo.


“Na realidade, Bolsonaro é um político que não está, como jamais esteve, à altura do cargo que exerce, pois lhe faltam estatura presidencial e senso de estadista! Com esses discursos ofensivos e transgressores da autonomia institucional do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal, incompatíveis com os padrões mais elevados da Constituição democrática que nos rege, Bolsonaro degradou-se, ainda mais, em sua condição política de Presidente da República e despojou-se de toda respeitabilidade que imaginava possuir”, acrescentou Celso de Mello.

Créditos: Gazeta Brasil




Leia também:

Terra Brasil Notícias