Câmara Municipal de SP aprova CPI para investigar Prevent Senior

Câmara Municipal de SP aprova CPI para investigar Prevent Senior
O requerimento da CPI foi apresentado pelo vereador Antonio Donato (PT) e a comissão terá cinco membros.

Nesta quinta-feira (30), a Câmara Municipal de São Paulo aprovou a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a operadora de saúde Prevent Senior por supostos crimes cometidos no tratamento de pacientes infectados com covid-19. 

O requerimento da CPI foi apresentado pelo vereador Antonio Donato (PT) e a comissão terá cinco membros.

“A conduta da empresa Prevent Senior no enfrentamento da Covid-19 pode ter levado a óbito diversos munícipes paulistanos, podendo inclusive estar caracterizado o crime de homicídio doloso a ser tipificado no quadro diretivo da citada empresa. Considerando por fim que a CPI da Pandemia instalada no Senado Federal, que apurou os gravíssimos fatos envolvendo a Prevent Senior, está em fase de encerramento, não podendo mais avançar nas necessárias investigações que o assunto requer, Requeiro, a instauração de Comissão Parlamentar de inquérito – CPI”, disse o documento apresentado pelo petista.

A Prevent Senior nega as acusações e afirma que ex-funcionários roubaram e adulteraram dados de pacientes para “fabricar” denúncias contra a empresa.

Leia também:

Terra Brasil Notícias