Bolsonaro vai trabalhar para fortalecer base no Senado e já conta com ministros e até o vice-presidente como pré-candidatos

Bolsonaro vai trabalhar para fortalecer base no Senado e já conta com ministros e até o vice-presidente como pré-candidatos

O presidente Jair Bolsonaro sabe que é preciso fortalecer sua base no Senado para que possa avançar nas reformas desejadas em um possível segundo mandato, o presidente hoje tem dificuldades na Câmara alta do congresso e deve partir para o ataque em relação aos seus candidatos no Senado Federal.

Para isso, já conta com nomes de peso do seu staff ministerial, um nome que já se ventila é o do ministro Tarcísio de Freitas que tem dado um show na pasta do ministério da infraestrutura, outro nome que é dado como certo para disputar o senado por Pernambuco é o do ministro do Turismo, Gilson Machado, com uma dialética simples e muito trabalho tem dado cara nova ao Ministério.

Rogério Marinho deve disputar pelo RN a vaga que hoje é do PT, em pesquisas realizadas recentemente, sem que o ministro tenha dito oficialmente que é candidato, ele já aparece como um dos preferidos pelo povo potiguar, mas ainda falta definir a estratégia com seu colega Fábio Faria que também tem pretensões ao Senado.

No Rio Grande do Sul, o próprio vice-presidente Hamilton Mourão se comprometeu a ajudar nessa base, provavelmente disputará a vaga em uma chapa com o também ministro Onyx Lorenzoni que deve sair para disputa ao governo do RS.

Novos nomes devem sair nos próximos dias e isso deve acontecer em todos os estados, Bolsonaro não quer correr o risco de que candidatos que se aproveitam de seus pronomes de cargos alinhados como por exemplo delegado Contarato e capitão Styvenson, que se elegeram na onda Bolsonaro e na verdade trabalham em oposição ao presidente, possam se sobressair vencedores como se fossem seus aliados.

Leia também:

Terra Brasil Notícias