Presidente argentino aglomera em ‘brinde’ durante confinamento mas pede desculpas, “Lamento que tenha acontecido”

Presidente argentino aglomera em ‘brinde’ durante confinamento mas pede desculpas, “Lamento que tenha acontecido”

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, reconheceu nesta sexta-feira (13) que foi um erro a realização de uma festa de aniversário na residência presidencial de Olivos no ano passado, em pleno confinamento sanitário devido à pandemia de covid-19.

Fernández contou que a primeira-dama, Fabiola Yañez, chamou amigos para “um brinde” em 14 de julho de 2020, por ocasião do aniversário dela, enquanto a Argentina estava sob um decreto presidencial com duras restrições sanitárias devido à covid-19, incluindo a proibição de reuniões sociais.

O vazamento de fotos da comemoração provocou um escândalo no país e uma reação da oposição, que pretende levar Fernández a um julgamento político.

As imagens, publicadas nesta sexta-feira nas primeiras páginas dos principais jornais da Argentina, mostram várias pessoas, incluindo Fernández, durante o encontro na residência presidencial de Olivos, na periferia de Buenos Aires.

“Eu definitivamente percebo que isso não deveria ter sido feito”, reconheceu Fernández.

“Lamento que tenha acontecido”, acrescentou, prometendo que o que ocorreu é algo que “não voltará a acontecer”.

O presidente argentino ressaltou que seu governo concordou com o pedido de acesso às informações públicas que permitiram que a lista de visitas à residência presidencial durante a quarentena fosse tornada pública, e garantiu que não está escondendo nada.

Após a divulgação das fotos, um grupo de deputados do Juntos pela Mudança, principal partido de oposição ao atual governo, apresentou nesta sexta-feira, na Câmara dos Deputados, um projeto de resolução para promover um processo de impeachment contra o presidente por suposta prevaricação e a possível comissão do crime de violação dos deveres de um funcionário público no exercício de suas funções.

Leia também:

Terra Brasil Notícias