No Brasil, consequências do tabagismo matam 443 pessoas por dia

No Brasil, consequências do tabagismo matam 443 pessoas por dia

Cerca de 443 pessoas morrem diariamente por consequências do tabagismo no nosso país. Os números são do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e chamam a atenção para a campanha do Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado neste domingo (29/8).

De acordo com o Inca, a pandemia de Covid-19 influenciou negativamente no tratamento de tabagistas no Sistema Único de Saúde (SUS). Dados mostram que os atendimentos a esses pacientes tiveram queda de 66% em 2020.

Os números foram coletados pelo Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT). A redução em 2020, comparada ao ano de 2019, também teve resultados impactantes se observadas as regiões do país.

Leia também:

Terra Brasil Notícias